Wednesday, 22 de May de 2019

GERAL


Campo

Tocantins se destaca pelo ganho de produtividade do milho na safra 2018/2019

15 Mar 2019    00:12    alterado em 15/03 às 00:12
Delfino Miranda / Governo do Tocantins Tocantins se destaca pelo ganho de produtividade do milho na safra 2018/2019

Os indicadores da safra de milho 2018/2019 apontam para uma produção de 917 mil toneladas no Tocantins. Os números constam no 6º levantamento de estimativa de produção de grãos divulgados no dia 12 de março pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que aponta ainda uma colheita de 233,3 milhões de toneladas no País, a segunda maior da série histórica do Brasil.

A exemplo das demais regiões do País, o milho é o responsável pelo bom desempenho da safra tocantinense, com um aumento de 23% de produtividade por hectare, que contrasta com uma redução da ordem de 3% da área plantada. Esse fato vem ao encontro da política do Governo do Estado de promover a redução do desmatamento, incentivar o aproveitamento das áreas degradadas, aliada à adoção de tecnologias para implementar a produtividade no campo.

De acordo com o secretário executivo da pasta da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), Thiago Dourado, esses números são bastante relevantes dentro da perspectiva de valorização do milho no Estado. “De uma maneira geral, apesar da redução da área plantada consolidada até agora ter sido reduzida em torno de 3,5%, a nossa produtividade por hectare aumentou em 23%, fazendo com que a nossa safra 2018/2019 chegue à expectativa de 917 mil toneladas, um crescimento de 19,5%, um dado muito relevante na perspectiva de valorização do milho”, pontuou.

Primeira safra
Thiago explicou que a cultura do milho sofreu uma redução significativa na primeira safra, pela concorrência com outras culturas na ordem de 35% com relação à safra passada. No entanto, a produtividade aumentou e chegou a mais de 5 toneladas por hectare, 14% a mais de produtividade. Essa retração da área plantada na primeira safra resultou em uma redução de 25,9%. “Então, o dado positivo de uma maneira geral foi a segunda safra de milho, que é plantada depois da soja. No entanto, é importante lembrar a alta produtividade registrada em nosso Estado”, destacou.

Segunda safra
Já a segunda safra da cultura do milho, que ocorre após a colheita de outras culturas, a exemplo da soja, teve um acréscimo da área plantada de 7%. Saindo de 157,9 mil hectares, em 2018, para 169 mil hectares este ano, e um ganho de produtividade saltando de 3,3 toneladas por hectares para 4,3 toneladas, o equivalente a 30,3% de aumento de produtividade por hectare, alcançando uma produção estimada de 743 mil toneladas e aumentando em quase 40% a produção da segunda safra. “Esses dados consolidam o resultado geral muito positivo para o Tocantins com relação à produção de milho”, explicou Thiago Dourado.

Produção no Brasil
A safra de grãos 2018/2019 em todo o País deve alcançar a marca de 233,3 milhões de toneladas, uma redução em relação ao levantamento anterior, de 0,4%. Em relação à safra 2017/2018, a previsão indica aumento de 2,5%. Os dados constam no 6º levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgados esta semana. Apesar da redução em relação ao levantamento anterior, a Conab destaca que a safra atual será a segunda maior da série histórica do país, como consta no referido boletim: “O bom desempenho é impulsionado pela melhora da produção do milho na segunda safra do grão”.

Para a segunda colheita do milho, a expectativa é de que a produção chegue a 66,6 milhões de toneladas, volume 23,6% superior ao registrado na safra passada. “Esse resultado é reflexo da maior área”, afirma o superintendente de Informações do Agronegócio da Conab, Cleverton Santana. “Com 80% dos grãos já plantados, os agricultores devem destinar 12 milhões de hectares para plantio em vez dos 11,5 milhões de hectares da safra passada”, concluiu.

COMPARTILHE:


Confira também:


Investimento

Governador Carlesse apresenta potencial do Tocantins em São Paulo para atrair investidores

Na agenda, compromissos com empresários de diversos setores, como logística, energia solar, siderurgia e automobilístico

CPI do PreviPalmas

Max Fleury é ouvido na CPI do PreviPalmas

O ex-presidente do PreviPalmas estava no comando quando o instituto fez um investimento na ordem de R$ 30 milhões no Cais Mauá, como também, aplicou R$ 20 milhões no Fundo Tercon.


Fenelon Barbosa

Primeiro prefeito acredita que Palmas será uma das maiores e melhores cidades do Brasil

Ex-prefeito de Palmas conta a história da luta pela criação e construção da mais nova capital do país


Homenageados

Carlesse e vice-governador Wanderlei Barbosa são homenageados em sessão pelos 30 anos de Palmas

Ao todo 41 personalidades receberam a honraria, dentre elas, o ex-governador Siqueira Campos, fundador da Capital e todos os ex-prefeitos da cidade


Taguatinga

Polícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável no sudeste do Estado


Mandado de prisão

Condenado por roubo é preso pela Polícia Civil em Palmas


Palmas 30 anos

Em entrevista exclusiva, Siqueira Campos diz que Palmas integrou e fortaleceu a economia do Tocantins


Norte do TO

BRK Ambiental leva teatro sobre preservação para mais de 30 escolas do Bico do Papagaio


FORJEF

I Fórum Interinstitucional dos Juizados Especiais Federais do Tocantins termina com balanço positivo


Competição

Rally Jalapão/Sertões Series terá representantes baianos nos mais de 1200 quilômetros da 5ª edição



  Blogs & Colunas



Entre nós

Virgínia Gama


Arquitetura & Design

Riquinelson Luz


Vida Plena

Valquiria Moreira


As Tocantinas

Célio Pedreira